SANASA APRESENTA BALANÇO FINANCEIRO 2016


Ampliar
O relatório da administração da Sanasa, parte integrante das demonstrações financeiras de 2016, destaca um ciclo de investimento no setor de saneamento no montante de R$ 416,3 milhões, um recorde da empresa em um período de quatro anos. Esses investimentos possibilitaram à Companhia uma evolução nos indicadores de saneamento em Campinas. Outro destaque neste balanço é a recuperação da capacidade econômica da empresa, que fechou 2016 com lucro líquido de R$ 78,8 milhões.
Para o presidente Arly de Lara Romêo, a concentração de esforços de toda a diretoria executiva e dos funcionários fez com que a empresa atingisse a sua meta. “A Administração intensificou seus esforços na gestão de custos e despesas, conduzindo suas estratégias para responder de maneira ágil e eficiente à nova realidade organizacional. Tais ações possibilitaram a recuperação das margens de rentabilidade que haviam se deteriorado ao longo dos anos anteriores, permitindo à empresa sair de um prejuízo de cerca de R$57 milhões, em 2015, para um lucro de mais de R$78 milhões em 2016”, disse Arly de Lara.
Em abastecimento de água, obras de ampliação do sistema de distribuição levaram a Sanasa a atingir uma extensão de 4.660,50 km de redes de abastecimento, possibilitando o atendimento de 99,56% da população urbana. Além dos investimentos em redes, a Companhia também investiu em reservatórios de água tratada que serão entregues ainda no primeiro semestre de 2017.
Ampliar
No setor de esgotamento, investimentos em novas redes de coleta e afastamento possibilitaram Campinas atender 92,46% da população com coleta de esgoto, chegando a uma extensão de 4.355,77 km de redes coletoras. Esse percentual era de 88% em 2012.
No sistema de tratamento de esgoto, com a segunda etapa da EPAR Capivari, que produz água de reúso de excelente qualidade, e as ETEs Sousas/Joaquim Egídio, San Martin e Nova América, Campinas passou de 80%, em 2012, para 95% de capacidade instalada de tratamento de esgoto. O tratamento efetivo de esgoto, que era de 78,71% em 2012, foi ampliado para 86,34% em 2016.
Ampliar
Plano 300%

Em 2013, no início da administração Jonas Donizette, a Sanasa lançou o chamado Plano 300%, ou seja, 100% de abastecimento, 100% de coleta e afastamento de esgoto e 100% de capacidade instalada de tratamento de esgoto. Os números do balanço da Sanasa mostram que nos quatro anos do primeiro mandato do Governo Jonas houve avanços significativos no setor de saneamento.
E a Sanasa continua realizando investimentos. Com a conclusão das obras da ETE Boa Vista, prevista para o primeiro semestre de 2018, Campinas terá capacidade instalada de 100% para tratamento de esgoto. Além da ETE Boa Vista, quatro Cartas Consultas, que totalizam R$ 920 milhões de investimentos e que já foram enquadradas pelo Ministério das Cidades, encontram-se em análise financeira pela Caixa Econômica Federal. Finalizado o processo de análise financeira, referidas Cartas deverão ser habilitadas pelo Ministério das Cidades, para posterior assinatura dos contratos, início dos processos licitatórios e realização das obras.
Além dos investimentos, o balanço de 2016 demonstra também que a Companhia auferiu um lucro de R$78,8 milhões, resultado, dentre outras, de ações de gestão implementadas pela Companhia, tais como: renegociação de contratos, corte de 20% dos comissionados, revisão da situação dos consultores, revisão dos contratos de grandes consumidores, combate à inadimplência e combate às perdas. Referidas ações de gestão possibilitaram à Companhia um ganho efetivo de R$23,5 milhões. O resultado obtido será revertido à própria sociedade campineira, possibilitando à Sanasa a continuidade dos investimentos rumo aos 300%.


P-A - 29/03/2017